AQUÆ
Turismo

Identificação de consumidores de spa e bem-estar

Tempo de leitura: <1 minuto

Um estudo encomendado pela Thalasseo.com ao instituto Raffour Interactif sobre a identificação de consumidores de bem-estar acaba de ser publicado em janeiro de 2013. Realizada em campo, em julho e setembro de 2012, esta pesquisa, realizada por meio de entrevistas em face a face em casa, foi conduzido usando 1 questionários representativos com base em cotas cruzadas da população francesa de 900 anos ou mais. Responde a duas questões: Quem são os que privilegiam o bem-estar (o estudo cita, sem distinção, spa, talassoterapia, hidroterapia, em todas as suas vertentes, e balneoterapia)? E como ?
Ela responde à primeira revelando que 69% deles têm menos de 50 anos (ou seja, uma clientela jovem com peso superior a 25% em comparação com seu peso na população francesa), 56% vêm de famílias compostas por 3 pessoas e mais, metade são trabalhadores, empregados e profissões intermediárias e ¼ vêm da Bacia de Paris. E explica o segundo mostrando que consomem em média 1,4 tipos de atendimento, mulheres representando ¾ dos multi-compradores. 26% dos tratamentos de bem-estar foram consumidos com alojamento e, em quase ¾ dos casos, durante estadias curtas de 1 a 4 noites. Uma tendência crescente em comparação com estudos anteriores, pois entre os franceses que usaram talassoterapia nos últimos 24 meses, 64% o fizeram durante uma estadia com acomodação.

Leia também ...

Censo de cavernas submersas na Córsega 

Alban Derouet

“Les Jeudis sur l'eau”, uma regata semanal na Baía do Sena 

EQUIPE AQUAE

Turismo fluvial face à crise económica e sanitária

EQUIPE AQUAE
Traduzir »
X