AQUÆ
Imagem padrão
Turismo

Uma nova água mineral em Ariège no final de 2020

Tempo de leitura: 2 minutos


Com a aquisição de uma nascente inexplorada e a construção de uma fábrica de engarrafamento, a Compagnie des Pyrénées prepara a chegada ao mercado de Ô9 - Água Nova Água Mineral, numa abordagem responsável.

O lançamento no final do ano de um novo eau minérale à Merens-les-Vals (09), próximo ao spa termal de Ax-les-Thermes, junto ao Pyrenees Company, presidido por Damien Chalret du Rieu, ainda é relevante, apesar da crise de saúde. E isso com apenas 1 mês de atraso. Assim, o trabalho deplanta de engarrafamento de 10 m² foram adquiridos sob a supervisão do empreiteiro GSE.

Distribuição ao público em geral e profissionais

As instalações deverão entrar em funcionamento no próximo mês de outubro, com a comercialização das primeiras garrafas prevista para o final do ano. Porém, esta nova água, batizada " Ô9 - Água nova ”, Não entrará totalmente no mercado até o início de 2021. Assim, será distribuído em superfície média e grande primeiro em Ariège, depois em toda a Occitânia. Ao mesmo tempo, um serviço para profissionais de hotelaria e restaurante está sendo considerado.

Leia também:  Nestlé Waters quer focar em águas internacionais premium

O projecto, que requereu cerca de 20 milhões de euros, beneficiou da angariação de fundos de 7 milhões de euros por parte de investidores familiares. Baseia-se na água retirada de uma fonte até então inexplorada de águas minerais naturais de Goutils Pédourès.

Uma cadeia de produção responsável

A empresa também afirma uma abordagem eco-responsável em todo o circuito de produção. Promete, por exemplo, garantir o preservação de recursos por não tomar mais de 15% do nível disponível na maré baixa. Para o concepção, materiais alternativos ao plástico, como papelão, serão usados. Pensando nisso, foi firmada parceria exclusiva com a Tetra Pack. UMA ecologia territorial também é procurado combinando recursos com outros atores do departamento. Em termos de consumo de energia, apenas as energias verdes serão exploradas. A empresa ainda explica que vai recolher garrafas usadas de seus clientes. 

Finalmente, ao lado deemprego, está surgindo um desejo de favorecer os habitantes locais. Nesse sentido, já foram recrutadas 18 pessoas para compor a equipa, que acabará por incluir cerca de quarenta pessoas.

© Manki Kim - Unsplash

Leia também ...

Spas estão ficando verdes!

EQUIPE AQUAE

Censo de cavernas submersas na Córsega 

Alban Derouet

“Les Jeudis sur l'eau”, uma regata semanal na Baía do Sena 

EQUIPE AQUAE

Deixe um comentário

Este site usa Akismet para reduzir indesejados. Saiba mais sobre como seus dados de comentários são usados.

Traduzir »
X